Você sabe como conseguir o visto certo para mudar para os Estados Unidos? Neste artigo vamos explicar sobre as 4 formas de visto legalmente falando, como eles funcionam e quais os pré requisitos  para que você consiga ir morar nos EUA.

Visto de estudante (F1)

Agora vamos falar sobre o último visto que é o mais comum utilizado para ir para os EUA atualmente. O chamado visto F1 ou visto de estudante, permite que você se mude com o propósito de estudar seja para fazer uma pós graduação, mestrado ou até mesmo um curso de línguas e a partir daí tentar conseguir um emprego e permanecer nos Estados Unidos.

O visto de estudante possui algumas peculiaridades e a primeira delas é que durante os primeiros 12 meses de curso o imigrante só pode trabalhar dentro do campus da faculdade em que ele vai estudar, isso significa que você pode trabalhar tanto para própria faculdade como nos estabelecimentos comerciais dentro do campus como lanchonetes, restaurantes ou cafés por exemplo.

Após um ano é possível aplicar para fazer estágio dentro da sua área de atuação. Sendo assim você não pode aplicar para um emprego de administrador de empresas se está cursando tecnologia da informação por exemplo. Nesse caso você poderia tranquilamente se inscrever para uma vaga de emprego no Facebook ou no Google e seria liberado desde que entrasse com a documentação necessária e a mesma fosse aprovada.

Então consequentemente a própria empresa contratante entraria com uma solicitação de visto L1A após um estágio de no mínimo 1 ano.

Visto H1B

O primeiro tipo de visto é o H1B onde uma empresa americana pode solicitar caso a mesma esteja te oferecendo um emprego nos EUA. Imagine que você está no Brasil e uma empresa americana te encontra pelo LinkedIn ou por qualquer outro meio, faz uma entrevista com você e acaba te convidando para trabalhar com eles e por motivos óbvios você precise se mudar para lá. Então nesse caso quem pede o visto é o contratante.

O visto H1B era bastante comum nos Estados Unidos até pouco tempo atrás, porém com a nova administração ele está se tornando menos popular devido aos novos pré requisitos que acabaram gerando dificuldade na aprovação do mesmo.

O primeiro requisito é ter graduação e na maioria das vezes pós graduação, então se por exemplo você tem faculdade mas não tem uma pós, provavelmente o seu visto será negado. Acontece que o profissional precisa ser um excelente especialista na área.

Para conseguir o visto H1B é necessário que a empresa faça uma petição que envolve todo um processo legal, além disso o governo americano vai pegar a oferta de emprego e colocar em jornais e sites nos Estados Unidos com o propósito de conseguir um profissional local e não alguém de fora.

Então se determinada empresa deseja te contratar mas tem alguém com o visto válido ou um cidadão americano que desempenha a mesma função mesmo que seja por uma remuneração maior, certamente a empresa terá o visto negado diante da alegação de que já existe um cidadão local apto para desempenhar tal função.

Visto L1A/L1B

O segundo tipo de visto é o L1 que é simplesmente uma transferência dentro da mesma empresa de um país para outro e conta com alguns pré requisitos também, que são consecutivamente:

  • Você precisa estar trabalhando na empresa a no mínimo um ano;
  • Estar na posição de especialista ou executivo e essa é a diferença do L1A para o L1B

O visto L1B requer que você seja um profissional conceituado no que faz dentro da empresa, diferentemente do L1B que é reconhecido como um visto gerencial ou executivo, isso significa que a pessoa está em uma posição de alta gerência ou é um executivo da companhia pela qual está sendo transferido.

Visto O1

Outra forma de visto é o chamado O1, assim como o visto H1, para solicitar o O1 você precisa ter uma oferta de emprego nos Estados Unidos para se aplicar a esse visto,  que a propósito requer um extremo conhecimento técnico, ou seja, você precisa ser um expert na determinada área.

Exemplo: Você é um físico e matemático famoso, além de ser um cara fantástico em conhecimento tecnológico, ou seja, é necessário ter de 3 à 6 habilidades extraordinárias para aceitarem o seu visto, ao contrário do visto H 1 onde uma pós graduação é suficiente.

Recapitulando: Os três tipos de vistos dos quais falamos até agora exigem que você já possua uma oferta de emprego válida para que a imigração aconteça, isso significa que você não pode se mudar sem um emprego estabelecido.

Visto O1

Outra forma de visto é o chamado O1, assim como o visto H1, para solicitar o O1 você precisa ter uma oferta de emprego nos Estados Unidos para se aplicar a esse visto,  que a propósito requer um extremo conhecimento técnico, ou seja, você precisa ser um expert na determinada área.

Exemplo: Você é um físico e matemático famoso, além de ser um cara fantástico em conhecimento tecnológico, ou seja, é necessário ter de 3 à 6 habilidades extraordinárias para aceitarem o seu visto, ao contrário do visto H 1 onde uma pós graduação é suficiente.

Recapitulando: Os três tipos de vistos dos quais falamos até agora exigem que você já possua uma oferta de emprego válida para que a imigração aconteça, isso significa que você não pode se mudar sem um emprego estabelecido.

Concluindo

Esse é basicamente o processo das 4 formas legais de se tirar um visto para morar e trabalhar nos Estados Unidos.

Se você gostou do nosso conteúdo não esqueça de compartilhar nas redes sociais e deixar a sua opinião nos comentários!